Imprensa

  Mais notícias:

Demanda internacional por pedras naturais brasileiras movimenta economia capixaba neste início de ano


O ano de 2019 iniciou com perspectivas positivas para as exportações de rochas ornamentais brasileiras. Apesar do acumulado de 2018 ter fechado o ano abaixo do esperado, os meses de setembro a dezembro apresentaram resultados melhores que o mesmo período do ano anterior. Nesse cenário de aquecimento na curva das exportações, a Vitoria Stone Fair | Marmomac Latin America, principal feira de mármore e granito das Américas, prepara-se para receber compradores de pedras naturais de mais de 46 países e atender à crescente demanda internacional pelo material brasileiro.

Países como Estados Unidos, México, Itália e Canadá, mercados líderes que compõem a lista dos 5 principais importadores de rochas ornamentais do Brasil estão confirmados. Só os EUA representam, como destino, aproximadamente 62,4% das exportações brasileiras de mármore e granito.

Além desses, compradores de países como Colômbia, Argentina, Alemanha e Polônia também confirmaram a participação. Com isso, o Estado mira na diversificação dos mercados importadores, confiante na proximidade com os países latino-americano, além de enxergar nos mercados alemão e polonês promessa de bons negócios.

Missão internacional da Polônia busca variedade

Com uma comitiva internacional de 20 empresas, os empresários da Polônia anteciparam seu interesse na compra de chapas e blocos para 2019, direto com as empresas expositoras. Dados do Sindicato da Indústria de Rochas Ornamentais, Cal e Calcários do Espírito Santo (Sindirochas), identificaram uma ascensão na comercialização de pedras para o mercado polonês. Apesar do montante vendido ainda ser bem pequeno, de 2015 para 2018, as exportações para o país tiveram um crescimento de 67,4%.

Algumas empresas confirmadas para a Vitoria Stone Fair já possuem relações comerciais com empresários de pedras naturais, entretanto, a maioria sempre busca novas oportunidades de negócios e clientes potenciais. Os empresários informaram que precisam ampliar a oferta de produtos para seus clientes e a variedade de pedras naturais oriundas no Brasil é um grande atrativo. Eles destacaram, ainda, a procura pelo granito pretopara o mercado de túmulos e setor de construção.

Mercado Árabe também confirma presença

O mercado árabe também aposta na Vitoria Stone Fair 2019. A Embaixada da República Árabe do Egito e a Câmara de Comércio Árabe Brasileira estão confirmadas para esta edição. Elas buscam encontrar novas parcerias para que a relação países árabes-Brasil no setor de rochas ornamentais seja cada vez mais próxima.

Com uma economia forte e em franca ascensão, o mercado árabe é conhecido por suas grandes e luxuosas obras, sendo um parceiro comercial com grande potencial para o setor de rochas ornamentais brasileiras. De olho nesse mercado, as ações de divulgação das pedras naturais brasileiras têm se intensificado na região.

Diversificação de públicos atende à demanda internacional

Além dos compradores confirmados, um grupo de arquitetos americanos, convidados pela Associação Brasileira da Indústria de Rochas Ornamentais (ABIROCHAS), dentro do projeto Brazilian Stones Original Design, em parceria com o evento, também estará presente na feira, de olho nas possibilidades de aplicação dos materiais, e nas inovações em pedras, texturas e acabamentos.

A iniciativa tem como objetivo estimular a demanda pelas rochas ornamentais brasileiras entre os especificadores de materiais, atingindo, assim, um novo nicho de mercado e alimentando a cadeia produtiva do setor.






Cachoeiro Stone Fair
Stone Industry